Os estudantes de engenharia de uma faculdade particular de Manaus, tiveram a oportunidade de receber a visita e interagir com o robô humanóide desenvolvido pela Aldebaran Robotics.

NAO Next Gen

NAO Next Gen

Este robô NAO, chamado de NAO Next Gen, conta com uma nova configuração bem mais aprimorada que a versão anterior, e isso abre muitas portas para sua aplicação não só para entretenimento mas também para o ensino e outras áreas.

O sonho de muitas pessoas é possuir um robô em sua casa, não só pelo fato deles serem perfeitos mas também por serem 100% tecnologia. Quem conhece um pouco do mundo da robótica já deve ter ouvido falar da série de robôs NAO, aqui no Brasil o mesmo ficou bem conhecido após aparecer na novela da Globo, Morde e Assopra. Eles são robôs um tanto que acessíveis para o público, diferente de outros robôs mais caros e com aparências não tão amigáveis.

NAO Next Gen

NAO Next Gen

Essa nova versão é capaz de ter uma boa interação com seu dono, com uma capacidade de processamento melhorada através do processador Intel Atom de 1.6 GHz, o NAO Next Gen consegue operar duas câmeras HD com resolução de 1280 x 720, onde as mesmas oferecem melhorias na capacidade de reconhecimento facial presente no robô. Quatro microfones dispostos em pontos diferentes para ajudarem na detecção da posição de quem o chama. Dois alto falantes, para o robô se “comunicar” com os humanos, sua fala pode ser configurada em até 8 diferentes idiomas. Sensores de pressão para adaptarem o caminhar do robô de acordo com seu trajeto, otimizando assim sua velocidade. Além de um aprimoramento para redução de colisões utilizando sensores de inércia.

No quesito software o novo NAO conta com o software, Nuance, para trabalhar junto a seus microfones, facilitando assim o reconhecimento de voz melhorando sua interação com os humanos além softwares para criação de coreografias, deixando mais divertida a interação. O envio de comandos entre computador e robô são feitos por Wi-Fi, mas o mesmo também possui acesso Ethernet.

O robozinho pode ser personalizado de acordo com a vontade de seu proprietário e suas decisões e movimentos são programados em Phyton e conta com recursos Drag and Drop, podendo ser exportado em qualquer linguagem de programação, como Java, C++, Visual Basic, dentre outras.

Parece até coisa de ficção científica que até então só era possível no cinema em filmes como “Eu Robô”, com Will Smith. Mas é a mais pura realidade!

E a responsável por esta apresentação foi a Somai, empresa especializada em integrar novas tecnologias à educação.

Na internet e principalmente no Youtube, há bastante vídeos dos feitos deste robozinho e aqui colocamos o registro de sua visita. Peço desculpas a você e o alerto para tomar cuidado, pois você pode ter um torcicolo. rs…

Diferente do NAO, o cinegrafista amador (e neste caso BEMMM amador) não dispõe de um sensor de inércia (ou pelo menos a câmera dele) e acabou gravando tudo de lado. rs….

Data da apresentação: 25 de Maio de 2012.
Local: UNINORTE/Laureate – Unidade 9 (Leonardo Malcher – Centro)

Forte abraço e até a próxima!

comentários
  1. Artur disse:

    Muito bom! Fantástico!

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s